Mês: março 2016

Testes passivos em D&D 5E

Um teste passivo é um tipo especial de teste de habilidade que não envolve uma jogada de dados. Tal teste pode representar o resultado médio de uma tarefa executada repetidamente, como quando se está procurando por portas secretas muitas e muitas vezes, ou pode ser usada quando o DM deseja determinar, secretamente, se o personagem é bem sucedido na tarefa sem jogar dados, como perceber um monstro escondido.

As jogadas passivas conseguem emprestar um dinamismo as mesas de D&D, evitando perder tempo com jogadas desnecessárias, que normalmente envolvem todo um ritual por parte dos jogadores, que muitas vezes, por andarem prioritariamente em grupo, adotam a seguinte sistemática:

Mestre: Após caminhar por cerca de 10min na trilha, vocês se aproximam de uma clareira. Daniel, teu personagem vai na frente, faça um teste de Percepção.

Daniel: 2 + 5. Sete no total. Não foi um bom resultado.

Mestre: É. Você não vê nada!

Michel: Mestre, posso tentar um teste também? Eu vinha atento!

Isso é muito comum, pelo menos acontece em minhas mesas e nem sempre eu considero a negativa, mas gosto de pensar que os testes passivos podem colaborar e muito para resolver esta situação.

pontuação passiva é calculada da seguinte forma:

10 + todos os modificadores que normalmente se aplicam a jogada.

Um personagem de primeiro nível com Sabedoria 14 (+2) e que tenha proficiência em Percepção (+2), teria uma pontuação em Percepção Passiva de 14.

Se o personagem possui vantagem na jogada, adicione 5 a sua pontuação final, caso ele tenha desvantagem, subtraia 5 da sua pontuação final.

Trap

No caso acima, podemos admitir duas situações:

Situação 1: Os personagens estão atentos. Se os personagens declararem que estão caminhando mais lentamente, procurando por armadilhas ou outros sinais, eles teriam vantagem, aumentando a sua pontuação passiva para 19.

Situação 2: Os personagens estão desatentos. Neste caso, os personagens deslocam-se a velocidade normal e não fazem questão de procurar por armadilhas. Isso faz com que eles tenham desvantagem, reduzindo a sua pontuação passiva para 9.

Considerando que o primeiro personagem não tenha notado a armadilha, outro personagem poderia reagir a descoberta e tentar salvar o companheiro, realizando uma jogada, como um teste de Força, por exemplo, para impedir que ele fosse pego.

E vocês? Utilizam os testes passivos com frequência em suas mesas?